A festinha de aniversário

MESA

Oi.

Finalmente a festinha de aniversário do Davi chegou, aliás, já foi, no sábado passado.
Como já relatei em outro post, optamos por alugar um salão de festas perto de casa, buffet a domicílio e convidar as pessoas mais próximas de nós, que de alguma maneira participaram desse um ano de vida do Davi. Entre familiares e amigos mais chegados, tivemos mais ou menos 70 pessoas (a lista tinha 94).
Vou contar um pouquinho como foi o planejamento da festinha:

1) Festa: fazer ou não fazer?

Bom, desde o nascimento do Davi eu já tinha na minha cabeça que não faria uma festona, pois com um aninho ele ainda não entende muito e quase não aproveitaria os brinquedos de um buffet infantil. E como sabemos que o valor da contratação desse tipo é razoavelmente alto, optamos por aguardar mais um ano para esse investimento.

2) Lista de convidados:

Foi uma das primeiras coisas que fiz, até porque para dimensionar valores e comparar a melhor opção entre buffet infantil x buffet a domicílio, precisaria saber o número de convidados, já que se paga por pessoa independente do tipo de festa.
Comecei listando nomes apenas de familiares, depois de amigos próximos e depois amigos não tão próximos. Depois filtrei as prioridades até chegar num número positivo e que estavam incluídas as pessoas que se encaixavam no perfil que citei no início.

3) A escolha de data e horário:

Bom, o aniversário mesmo foi numa segunda-feira e no final de semana seguinte seria finados, eu não queria comemorar o aniversário do meu filho nesse dia, então optei por 12 dias depois. Achei melhor comemorar num sábado, pois daí teríamos o domingo para abrir presentes, organizar a bagunça da casa, juntar os papéis e lixos e ainda descansar.
O horário limite para a entrega do salão de festas era 22:00hs, mas poderíamos começar em qualquer horário. Escolhi começar às 16:00hs, achei um horário bom para um sábado e poderíamos curtir um tempo maior de festa, sem cansar muito o Davi, pois quando ele começasse a enjoar, a festinha já estaria no final.

4) A escolha do tema:

Essa foi uma parte que me deixou em dúvida. Como ele ainda é muito pequeno para escolher o seu favorito, eu tinha todos os temas à minha disposição (ADORO TEMAS INFANTIS). Mas, quanto mais eu pesquisava, mais em dúvida eu ficava. Queria uma coisa diferente, com história, significado, etc. Numa conversa que tivemos com a proprietária da empresa que faria o buffet a domicílio, conversamos sobre diversos personagens e num deles, que ela sugeriu, me fez despertar aquilo que eu tanto procurava, a história por trás do tema. Foi então que sem mais pestanejar escolhi o que, para mim, serviu como uma luva: O PEQUENO PRÍNCIPE! Tratei logo de achar o livro e me inteirar da história e foi aí que me apaixonei ainda mais. É lindo, com um toque infantil, mas que ensina muitos adultos sobre simplicidade, amizade, otimismo, amor, companheirismo, etc, etc, etc. Vale a pena ler!

5) Recreação para as crianças:

Festa infantil tem que ter animação para os pequenos. Então, bolamos um cantinho só delas. Aluguei um jogo de mesinha com quatro cadeirinhas, lápis de cor, giz de cera, massinhas de modelar, desenhos para colorir e deixei à disposição.
Contratei uma empresa de recreação com uma monitora para fazer: pintura no rosto, escultura de balão e caça ao tesouro. Por último, alugamos um Castelinho Pula Pula (aqueles infláveis) e as crianças se acabaram!
No cantinho das crianças fizemos um mural com muitas fotos do Davi, desde a barriga até hoje! Ficou lindo!

6) Preparativos:

Depois de decidir tudo e mesmo sabendo que o pacote do buffet incluía a decoração, cismei em fazer algumas coisas por conta própria. Foi então que me juntei com uma colega do trabalho e fomos inventando coisinhas para decorar e oferecer aos convidados. São elas:

🙂 Lembrancinhas: baixamos o livro pela internet. Personalizamos com o nome do Davi e uma dedicatória: “Eu ainda não sei ler, mas dedico essa leitura a você – Davi Lucca”. Depois, encontramos um livrinho de atividades do próprio tema com desenhos para colorir, liga pontos, labirinto e montamos também. Comprei sacolinhas de papel e personalizamos com uma etiqueta. O kit ficou assim: livro + caderninho de atividades + caixinha de giz de cera na sacolinha personalizada e fechada com fitas de cetim azul e amarela.

🙂 Garrafinhas personalizadas: Fomos numa distribuidora de bebidas e compramos garrafinhas de água. Tiramos o rótulos, produzimos rótulos de água personalizados e colamos uma a uma. Lindas!

🙂 Rosas artificiais: A rosa é uma flor que nasce no planetinha onde mora o Pequeno Príncipe. Ele cria uma amizade e se apaixona por ela. Então, comprei rosas vermelhas artificiais, fizemos uma tag para amarrar e oferecemos às convidadas. À parte, um display com a história da rosa. Uma doçura!

🙂 Plaquinhas: Nas mesas dos convidados espalhamos plaquinhas feitas em cartolina azul, com impressão das ilustrações e trechos do livro, para que os convidados pudessem se familiarizar com a história.

🙂 Plaquinhas para banheiro: Pensamos até na entrada dos banheiros. Fizemos uma plaquinha com a rosa escrito “Meninas” e outra plaquinha com um Pequeno Príncipe escrito “Meninos”. Um mimo!

🙂 Cadernos de mensagens: uma coisa que acho incrível para guardar de lembrança é o caderno de mensagens. Tenho uma prima que faz trabalhos em feltro e então pedi para ela decorar a capa do caderno para mim. Ficou a coisa mais linda do mundo! Colei fotos do Davi na abertura e vou usar para colar as fotos da festa depois das mensagens escritas!

🙂 Camisetas personalizadas: mandei fazer três camisetas personalizadas. Uma para o Davi, com o seu nome, outra escrito “papai do Davi Lucca” e outra escrito “mamãe do Davi Lucca”. As três com o desenho do Pequeno Príncipe, o número 1 e embaixo “Primeiro aninho”. Foi um sucesso!

Bom, é isso, acho que o saldo final foi positivo. Algumas pessoas podem achar uma loucura ter que fazer tudo o que descrevi acima, porém, isso mostra o quanto vale a pena começar a planejar e preparar tudo com antecedência e podem acreditar, o valor foi sim menor do que a contratação do buffet infantil!
Claro, cansei sim, mas acho que isso independe do tipo de festa. Como uma perfeccionista que sou, tive sim a sensação de que alguns detalhes poderiam ter ficado melhores, mas para a minha estreia só posso dizer que tudo valeu a pena!
As fotos ficarão para um outro post. Esse já ficou longo demais e quero deixar um pouquinho de curiosidade no ar! rsss

Até ♥

Anúncios