Boa notícia: Vacina contra Hepatite A entra no calendário do SUS

vacina

Olá.

Nada melhor do que compartilhar notícia boa. Foi divulgada a informação sobre a inclusão da vacina contra Hepatite A no calendário do SUS. É uma ótima notícia pois, até então, ela só era aplicada de forma particular, com um valor em torno de R$ 100,00. Eu particularmente sempre levei o Davi no Posto de Saúde perto de casa. Graças a Deus nunca tivemos nada a reclamar, inclusive nem reação às vacinas ocorreu.
Bom, segue abaixo a reportagem extraída do G1, com todas as informações sobre a disponibilidade da vacina nas regiões do Brasil:

“Governo inclui vacina contra hepatite A no calendário de vacinação do SUS

O Ministério da Saúde anunciou nesta terça-feira (29/07) que vai incluir a vacina contra o vírus da hepatite A no Calendário Nacional de Vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS) a partir deste mês. A imunização vai ser direcionada a crianças de 1 ano até 1 ano e 11 meses. A meta do ministério é imunizar 95% desse público em um ano, o que totaliza três milhões de crianças.

A vacina já está disponível nas unidades básicas de saúde pública de 11 estados (Acre, Rondônia, Alagoas, Ceará, Maranhão, Piauí, Pernambuco, Goiás, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul) e do Distrito Federal, segundo o ministério. Nesses estados, os pais que levarem os filhos para vacinar já terão à disposição a nova vacina.

Amazonas, Amapá, Tocantins, Bahia, Paraíba, Rio Grande do Norte, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Pará e Santa Catarina terão a imunização implantada no mês de agosto. Para setembro, ficarão os estado de Roraima, São Paulo e Paraná.

Para atingir a meta de imunizar 3 milhões de crianças em um ano, o ministério informou que já foram distribuídas 1,2 milhão de doses desde o início de julho. A distribuição para o ano de 2014 segue até setembro. O investimento, segundo a pasta, é de R$ 111 milhões.
Com a vacinação contra a hepatite A, o Ministério da Saúde passa a oferecer, de graça, 14 vacinas de rotina no calendário. Ainda segundo o ministério, com a nova vacina, o Brasil passa a ofertar todas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS)

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, informou que o investimento nas doses de vacina de hepatite A vai “valer a pena” à medida que as mortes de crianças diminuírem. O governo estima reduzir em 65% o número de casos de hepatite A e em 59% as mortes causadas pela doença.

“Nós conseguimos reduzir o preço para R$ 19,85 a dose. São R$ 111 milhões para garantir a cobertura neste ano, mas à medida que a gente conseguir reduzir os óbitos, esse investimento é um investimento que vale à pena”, afirmou o representante da pasta.

Hepatite A
A hepatite A é uma doença infecciosa aguda que atinge o fígado. De acordo com a OMS, a cada ano, ocorrem cerca de 1,4 milhão de casos no mundo. Nos países com precárias condições sanitárias e socioeconômicas, a Hepatite A apresenta alta incidência.

De acordo com o Ministério da Saúde, a doença é considerada comum no Brasil, que é considerado uma área de risco para a hepatite A. Foram 3,2 casos para cada 100 mil habitantes em 2013. De 1999 a 2012, foram 761 mortes.

De 1999 a 2013 foram registrados 151.436 casos de Hepatite A no Brasil. A maioria dos casos se concentra nas regiões Norte e Nordeste do país, que juntas representam 55,8% das confirmações do vírus. De 2% a 7% dos casos apresentam a forma grave da doença, que leva à hospitalização e à morte.

A principal forma de contágio da doença é a fecal-oral, por contato entre as pessoas infectadas ou por meio de água e alimentos contaminados.”

http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2014/07/governo-inclui-vacina-contra-hepatite-no-calendario-de-vacinacao-do-sus.html

Vivendo uma nova (e gostosa) fase…

Olá!

De uns dias pra cá comecei a perceber algumas mudanças no comportamento do Davi. Embora ele esteja cada vez mais travesso e curioso (tem horas que só soltando um grito pra dar uma aliviada rs), por outro lado nossa relação tem ficado mais comunicativa, mais maleável, mais fácil de lidar. Ele não é mais aquela criança que choraminga pendurada na perna da mamãe, percebo que corresponde mais quando começo explicar ou peço algo para ele. Dentro de casa está mais independente: sabe pedir para ligar a televisão, sabe dizer o que quer fazer, o que quer comer, onde quer ir, cantarola e conversa sozinho enquanto brinca. Vai de um canto para outro sem ficar chamando pela mamãe o tempo inteiro (eu é que fico atrás para ver se está tudo certo rs).
As brincadeiras também ficaram mais gostosas, ele corresponde mais aos estímulos que a gente dá como, por exemplo, jogar um carrinho e ele mandar de volta (antes ele jogava para qualquer lado, desgovernado), chutar a bola numa direção correta, gritar gol, sair correndo para comemorar, pedir para sentar na poltrona da sala e girar, ou então, colocar os bonecos na poltrona, girá-la e gargalhar com isso, chamar a gente correndo pra ver o ônibus passar lá embaixo, na rua ou então começar a contar: 1,2,3, nossa três carros! MEU FILHO JÁ CONTA ATÉ 10 COM 1 ANO E 10 MESES! kkkkk, enfim, está muito mais “espertinho” agora, quando chega em casa, à noite, conta que foi na vó Catanina (A bisa Catharina), brincou com a Ulinha (A Julinha, cachorra da bisa) e comeu tudo! E o falatório? Nossa, ficou tão tagarela! Fala quase tudo, algumas palavras ainda enroladas, mas muitas bem certinhas. Começou o “Que isso?” “Quem é esse?” “Quem é ela?”…ai, ai, ai…para ver a tv está difícil! rssss
Opa! Broncas também começaram a surtir efeito. Quando está fazendo “arte”, é só pegar o chinelo que ele para e sai correndo: não, mamãe, não precisa! kkkkkk Calma, nunca bati com o chinelo nele! rs Adora “desenhar” e ama coração, se a gente começa a desenhar para ele, entre dez desenhos, oito ele pede o coração, os outros dois são: bexiga e Peppa!
Enfim, minha vida parece que de repente ficou mais calma e mais gostosa. Os serviços domésticos começaram render mais, me sinto mais tranquila e feliz também. Acho que conforme vai ficando mais mocinho tudo se torna mais fácil…Marido começou perguntar sobre a ideia de providenciar um irmão para o Davi. Não sei, às vezes penso também, mas tenho muita incerteza nesse momento. Começar logo mais tudo outra vez me dá frio na barriga, por outro lado, começar mais tarde, quando as coisas estão ainda mais sossegadas, talvez diminua minha coragem.
Sei lá, por enquanto vou curtir e deixar o Davi curtir sua exclusividade, continuar a corujice só pra ele e continuar contar as artimanhas somente de um.
Vamos nessa….um dia de cada vez!
🙂

Finalmente, um dia só meu!

untitled

Olha eu por aqui!!!! rs

Saudades de escrever!

Comecei minha semana contente, pois tive um final se semana diferente. Não fui à festa de família, não fiquei em casa de bobeira e nem me estressei de tanto faxinar a casa! Uebaaa!
Bom, o que eu fiz então? Fui num encontro de amigas que há exatamente 15, isso mesmo, 15 anos não nos víamos. Uma delas organizou tudo e uma a uma foi aparecendo e confirmando presença. Amigas de Secretariado, curso técnico que estudamos 4 anos juntas (de 1997 a 1999) Uau!
Conforme o final de semana foi chegando, fui ficando ansiosa: “será que vou conseguir participar?” “será que conseguirei adiantar tudo para poder ir?” “será que terá alguém para ficar com o Davi?”, etc, etc, etc!
Deu tudo certo!!!!
O campeonato de futebol do meu marido começou justamente no sábado, então ele saiu logo de manhã de casa. Um pouco mais tarde meu cunhado veio buscar o Davi, pois ele e minha sogra levariam ele para assistir uma peça infantil no Itaú Cultural. Olha que máximo, minha sogra ficou com o Davi e ainda com um programa diferente para ele (e ela, claro), se divertirem!!!
Bom, assim que todos saíram começou o MEU dia, só MEU! Liguei uma música alta (nossa quanto tempo EU não escolho a música num sábado kkkkkk) e fui tomar um belo banho…..depois me arrumei tranquilamente, escolhi uma roupa, maquiagem, perfume, dancei pela casa, troquei algumas mensagens com as meninas e lá fui eu, toda prosa para o encontro com “azamigas”! Até o dia contribuiu, estava lindo, um sol maravilhoso depois de uma semana inteira de mega frio.
Gente, foi um dia especial, demos muitas risadas, lembramos de muitos acontecimentos da época da escola, falamos de filhos, família, jogamos muita conversa fora e minha cabeça estava muito, muito, mas muito leve mesmo!
Sair da rotina me fez muito bem, nada de casa para limpar, festinha na família, correria, corre pra lá e pra cá que nem uma louca e quando vê já acabou o dia!
Preciso fazer isso mais vezes, sair da alienação e entender que eu também mereço um dia de lazer, de me reunir com as amigas, de manter contato com pessoas tão queridas que deixamos que o tempo vá levando junto com ele. Ahhhhhhh as amigas, como nos fazem bem! E de quebra ainda foi proporcionado um dia especial para a vovó (mãe do marido), que quase não fica com o Davi tanto tempo assim! Nem peguei no pé do papai, tipo “que horas você chegou?” rssss
Saldo do dia: mamãe se sentindo “mulherzinha descolada” e todo mundo feliz!
Quando é o próximo mesmo? rsssss
🙂