Síndrome mão-pé-boca

Olá!

Hoje aprendi mais uma: que existe uma doença chamada mão-pé-boca.
Sexta-feira cheguei em casa do trabalho e o Davi estava com uma febre repentina, que começou por volta de 19:00hs. Minha mãe contou que ele brincou o dia inteirinho e não havia dado nenhum sinal de problema. Bom, encontrei meu bebê “murchinho” no sofá, medicamos com paracetamol e observamos. Não tardou para ele começar a reclamar e ter alguns calafrios, o que nos motivou a levá-lo no Pronto Socorro.
Logo que saímos do elevador, ainda em casa, ele deu um banho de vômito no papai, foi um episódio complicado: papai correu pra trocar de roupa e pegar outra para o Davi, mamãe esperou lá embaixo com a bolsa, o guarda-chuva, a coberta e o Davi todos sujos, chuva, frio, enfim…contorcionismo para resolver tudo e sair logo para o PS.
No hospital a médica nos falou que ainda era cedo para diagnóstico, que era para controlar a febre e se persistisse era para voltar. Medicou com Dramin, Dipirona e liberou a gente 1 da manhã…
Bom, sábado a febre ia e voltava, nada de querer comer, mas estava brincando, porém, muito manhoso…domingo, nada de febre, continuava sem comer…e na boca, um pouco abaixo do queixo, começaram aparecer pequenas bolhas, que achamos normal pois ele baba muito e usa a chupeta (já aconteceu antes). Na segunda-feira melhorou: nada de febre e comeu um pouco melhor, mas as bolhas na boca estavam mais vermelhas e em maior quantidade, achei estranho. Quando cheguei em casa, depois do trabalho, percebi que as bolhas não tinham melhorado e apareceram nas mãozinhas (principalmente na palma), no ante braço e onde fica o elástico da fralda, daí não tive dúvida, vamos voltar no médico!
Eu havia comentado com algumas mamães e uma delas comentou sobre o vírus Coxsackie, que o filho dela teve, inclusive as bolhas que ela mostrou eram idênticas aos locais e aparência das do Davi. Bingo! Era isso mesmo! Eu nunca tinha ouvido falar em Síndrome mão-pé-boca, mas é esse o nome que se dá para esses sintomas. Ela é causada por contato direto com criança contaminada através da tosse, saliva, mão suja ou alimentado mal lavado ou mal cozido. Sabemos que essa fase é a que pega em tudo, põe tudo a boca, então já viu! Os sintomas aparecem com a febre (ou não, no caso do Davi ela se manifestou), bolhas avermelhadas e com pontinhas amareladas que aparecem na boca (fora ou dentro), palmas das mãos, solas do pés e, às vezes, na região genital, falta de apetite e rejeição até para líquidos, pois as feridinhas da garganta incomodam para engolir (por isso achamos que era infecção de garganta, simples).
É comum nas épocas de Primavera e Outono. Não há tratamento específico, passar nas bolinhas vaselina líquida, com cotonetes ou mesmo Hipoglós, para ajudar secar, limpar a todo momento onde ele baba, se houver febre, controlar com anti térmico, oferecer alimento leve, sem muito condimento e não muito quente, líquidos para não desidratar e aguardar, pois a médica nos explicou que, em geral, a síndrome mão-pé-boca desaparece sozinha dentro de cinco e sete dias. Após a melhora dos sintomas, o paciente adquire imunidade ao enterovírus 71, não sendo contaminado novamente. Vamos aguardar!
Enquanto isso vamos cuidando de um bebê manhoso, dodói, que só quer saber de muita atenção e carinho dedicados totalmente a ele! Uma judiação vê-lo assim!
Ai como mãe sofre! 😦

Vejam que dó! Fica bem feio...

Vejam que dó! Fica bem feio…

Anúncios

1 ano e meio :)

Olá!

Nosso príncipe Davi está com 1 ano e meio. O tempo parece voar e em mais um semestre lá estamos nós comemorando mais um aninho de vida. Uau! 🙂
As mudanças em seu comportamento e no seu desenvolvimento não param de surgir, a cada dia é uma novidade seja por alguma palavra nova, um dentinho que cresce ou um comportamento que nos surpreende de repente tirando muitas gargalhadas da gente.
Aqui estão alguns de seus comportamentos na fase atual:

🙂 Parece que está desenvolvendo opinião própria: se não quer aquele desenho pede outro, se não gostou do que tem no prato pede outra coisa (ovinho por exemplo rss) e às vezes cisma com uma roupa ou calçado e começa a argumentar: “Não eve mamãe” (não serve mamãe)

🙂 Já não tem dificuldades em pedir as coisas, vai até a porta da geladeira e pede “none” (danone), suco, água ou “kuti” (Yakult). rss

🙂 Uma delícia quando está vendo os clipes da Galinha Pintadinha, que ele adora. Consegue completar e às vezes até acompanhar algumas musiquinhas.
Exemplo: Palma, palma, palma, E ele completa: “Pé, pé, pé”, bate o pezinho e gira ao mesmo tempo que canta. Uma lindeza!

🙂 Está cada vez mais sociável. Não se esconde das pessoas no elevador e começa a cumprimentar todo mundo, dá joinha e quando estamos num restaurante não pode ver ninguém servindo que fica chamando “tiaaaaaaaaaaaaaaaa” kkkkkkkkk

🙂 Adora brincar. Imita sons dos carrinhos, avião, cavalinho, cachorro e gato. Quando não quer mais brincar sozinho ele chama: “Vem cá mamãe”, batendo com a mãozinha na perninha. Tem também “bincá mamãe” (brincar mamãe) ou “sentar mamãe” pra eu sentar e brincar com ele no chão.

🙂 Quando chega em casa enrola a língua pra contar que viu a lua, a estrela e que foi passear com o papai.

🙂 De repente vai para a porta, abre e vai até o elevador. Quando a gente pergunta onde ele vai, responde: “Passear” ou “pa paia” (para a praia) kkkkkk

🙂 Pede caneta ou lápis para “pintá mamãe”. Daí faz um monte de rabisco e pede para desenhar coração, sol, estrela e balão. (reconhece quando desenhamos e perguntamos o que é)

🙂 A mamãe adora ficar com os pés descalços em casa. Mas não pode ver chinelo, sapato ou tênis pela casa que traz logo: “apato mamãe” (sapato mamãe) e não sossega até que eu os calce.

🙂 Em qualquer lugar que tiver a bandeira ele reconhece e diz “alá Basil” (olha lá o Brasil).

🙂 Adora brincar de bola e grita “oléééé”, imitando o papai e “goooooollllll Daviiiiiiiiii” kkkkkkkkkk

E é dessa forma que nosso pequeno nos enche de alegria todos os dias. Esses dias estávamos assistindo tv e entre um programa que termina e outro que vai começar, tem a classificação etária com a moça que faz a linguagem dos sinais. Foi quando olhamos para ele e lá estava, mexendo as mãozinhas imitando a mulher na tv! kkkkkk foi o máximo! Todos os dias é uma festa, uma bagunça, viramos criança junto com ele e dessa forma vamos ensinando e fazendo com que se desenvolva de forma saudável, “experimente” as novidades que vão aparecendo e aprenda mais e mais!!!!!

Obrigada Senhor pelas dádivas da vida!

Joinha!

Joinha!