A HORA DO SONO – Parte 1

lua

Um dos assuntos mais comentados pelas mamães de primeira viagem é o sono do bebê. São poucas as privilegiadas que foram contempladas com bebês calmos, que dormem como anjos.
A minha experiência foi a da maioria: noites exaustivas em claro, choradeira, cansaço e vontade de fugir.
Ainda no hospital o Davi já sinalizava que não seria fácil. Chorava muito. Quando as enfermeiras o levavam do quarto para o berçário, por volta de meia noite, eu tentava dormir um pouco. Porém, o relógio parecia correr mais do que o normal e dali a pouco eu já ouvia, pelo corredor da maternidade, aquele grito ficando cada vez mais próximo e eu já reconhecia, era ele! Até mesmo no berçário, no dia em que fomos dar o banho demonstrativo, o Davi era o único a berrar. Um casal que estava lá disse “Que pulmão hein!”. Sim, meu filho é poderoso! rs
E assim começou nossa rotina. Durante o dia ele era muito calmo, dormia a maior parte do tempo. Mas o menino era um despertador e era só dar 18:00hs que ele acordava e dali pra frente era uma choradeira só.
Sim, ele teve cólicas, não sabia mamar direito, mas mesmo com tudo resolvido era uma luta pra dormir.
Procurei ajuda com o pediatra, homeopata, livros, enfim, parecia que nada resolvia. Mas os meses foram passando e a única informação que bateu no meu caso foi que depois dos três meses melhoraria.
Eu acho que cada bebê, com a sua personalidade, age de uma forma diferente e não existe receita para resolver. Claro, métodos ajudam sim, são importantes, mas cada bebê terá seu próprio tempo de adaptação e aprendizado para entender que dormir não é o fim e que a mamãe estará ali quando acordar. Cabe aos pais um mundo de paciência para também aprender com ele e estabelecer uma rotina agradável, que acalme a criança. A medida que os meses vão passando, a tendência é melhorar mais.
Abaixo eu listo algumas dicas para trabalhar a rotina do sono com o bebê. Algumas deram certo, outras nem tanto, porém repito, cada bebê tem sua personalidade e seu tempo de adaptação:

1. Preste atenção nos sinais do sono: não espere até que ele esteja com muito sono, pois se você passar do ponto o bebê poderá ficar mais irritado e aumentar a dificuldade para adormecer.

2. Crie um ambiente agradável: próximo ao horário do sono, faça atividades tranquilas para diminuir a energia do bebê.

3. Ensine a diferença ente o dia e a noite: deixe os sons naturais da casa durante o dia, como o da máquina de lavar e televisão. Deixe os ambientes todos iluminados com a luz do dia, evite o silêncio absoluto. À noite, diminua as luzes dos ambientes e os sons para que o bebê entenda a diferença .

4.Quarto escuro e silencioso: Torne o ambiente aconchegante. Deixe o quarto com um iluminação que não incomode os olhos. Isso só vale para os bebês que já sabem a diferença entre o dia e a noite, antes dos 3 meses o quarto deve ter uma luminosidade para que o bebê saiba diferenciar o dia da noite.

5. Ritual do Sono: Deve ser o mesmo do sono noturno, porém nas sonecas ele deve ser “abreviado”.

6. Adormecer: incentivar o bebê a dormir sozinho, colocando-o já sonolento no berço.

7. Crie uma rotina na hora de dormir: um momento agradável, onde o bebê identifique que já é a hora de dormir, seja através da música, massagem, uma história, um momento de carinho…quando o conforto e segurança são essenciais para o bebê.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s